Petrini

VISTO GOLD

Visto Gold em Portugal

Visto Gold em Portugal

Muito se ouve falar em Visto Gold, o nome popular dado a Autorização de Residência para Investimento (ARI), prevista na Lei n° 23/2007, de 4 de julho, e suas respectivas alterações.

Esta ARI é concedida aos cidadãos estrangeiros que concretizem, pelo menos, uma das seguintes situações, escalonadas abaixo de acordo com o valor dos investimentos em território português, por período mínimo de cinco anos, tendo as seguintes hipóteses previstas na legislação:

  • 250 mil euros = aplicado em investimento ou apoio à produção artística, recuperação ou manutenção do património cultural nacional;
  • 350 mil euros =
       • atividade de investigação, pública ou privada;
       • imóvel com pelo menos 30 anos ou localizado em área de reabilitação urbana e realização de obras de reabilitação;
       • aquisição de unidades de participação em fundos de investimento ou fundos de capital de risco vocacionados para a capitalização de empresas;
       • constituição de sociedade comercial com sede em Portugal, conjugada com a criação de 5 postos de trabalho permanentes. Pode também ser reforço para uma sociedade já constituída.
  • 500 mil euros = bens imóveis;
  • Um milhão de euros = transferência de capitais;
  • Criação de 10 postos de trabalho.

As hipóteses de criação de 10 postos de trabalho, imóveis de 350 mil euros, 250 mil euros em investimento em pesquisa ou produção artística, permitem diminuir o valor em até 20%, se for feito em território de baixa densidade. 

A ARI é requerida diretamente em Portugal, através de um portal eletrônico destinado exclusivamente a essa finalidade, sem necessidade de pedido de visto prévio em consulado ou embaixada. Em concomitância, podem ser requeridas as residências dos agregados familiares, estando essas concessões condicionadas à emissão do titular.

A primeira residência, tanto do titular quanto dos reagrupados, valem por um ano. A partir da renovação, passam a valer por 2 anos. As renovações apenas poderão ser efetivadas quando se demonstrarem a manutenção dos investimentos.

Fale conosco! – info@petrinidemoraes.com.br

Alguma dúvida? Fale conosco

Áreas de Atuação em Portugal

Vistos para morar em Portugal

Vistos para morar em Portugal

Para morar legalmente em Portugal o passo mais importante da etapa é requerer um visto de residência.

Visto de Rendimentos

Visto de Rendimentos

O visto de residência D7, destinados aos possuidores de rendimentos (ex. aplicações, dinheiro em poupança, etc).

Visto para Empreendedor

Visto para Empreendedor

Se faz necessário apresentar documentação pessoal e a documentação relativa à constituição da empresa.

Visto para Aposentados

Visto para Aposentados

Destinados aos aposentados, reformados ou pensionistas, previsto na Lei n° 23/2007 de 4 de julho.

Visto Gold

Visto Gold

Muito se ouve falar em Visto Gold, o nome popular dado a Autorização de Residência para Investimento (ARI).

Tech Visa

Tech Visa

Este visto é destinado aos profissionais altamente qualificados em uma empresa na área de tecnologia.

Circulação no Espaço Schengen

Circulação no Espaço Schengen

Os países europeus estão unidos por dois acordos distintos, com distintas finalidades: o Espaço Schengen e a União Europeia.

Reagrupamento Familiar em Portugal

Reagrupamento Familiar

Este visto é destinado aos profissionais altamente qualificados em uma empresa na área de tecnologia.

Abertura de empresa

Abertura de empresa

De acordo com o Observatório Infotrust, o número de empresas em Portugal em 2018 teve uma elevação de 11,05%.

Equivalência de Diploma em Portugal

Equivalência de Diploma em Portugal

Em 16 de agosto de 2018 foi publicado o Decreto-Lei n° 66/2018, que define novas regras para reconhecimento de diploma estrangeiro em Portugal.

TOP